Como lidar com a ansiedade

Algumas estratégias para você escolher durante a ansiedade

Antes de qualquer orientação, é importante dizer que a ansiedade não é um sentimento a ser classificado como bom ou ruim. Não é algo a ser buscado, eliminado ou controlado. Trate a ansiedade como uma mensagem do seu corpo para você dizendo que existe alguma ameaça a sua volta. Como é uma mensagem, então o melhor a ser feito é recebê-la e processá-la da melhor forma possível.

Dito isso, diante da ansiedade existem muitas estratégias que podemos tomar para lidar com a situação naquele momento. Elas se dividem em duas categorias:

  1. Respostas naturais
  2. Respostas intencionais

Respostas naturais

Como o próprio nome diz, as respostas naturais são aquelas que tomamos naturalmente "sem pensar". Tais ações podem ser construtivas ou destrutivas.

  1. Hesitar
  2. Congelar
  3. Retirar-se
  4. Ruminar
  5. Preocupar-se

Hesitar

É conter-se com dúvidas ou indecisões, muitas vezes momentaneamente. Em geral é uma ação construtiva, principalmente se você está analisando os riscos da situação para agir da melhor forma.

Congelar

É tornar-se incapaz de agir ou falar. Pode ser construtiva ou destrutiva dependendo da circunstância.

Retirar-se

É, fisicamente ou mentalmente, deixar a cena da ameaça. Pode ser construtiva ou destrutiva dependendo da circunstância.

Ruminar

É pensar obsessivamente em uma experiência emocional passada. Em geral uma ação destrutiva, pois o passado já não se pode mudar e essa ruminação te deixa mais negativo no presente.

Preocupar-se

É antecipar a possibilidade de dano. Em geral é uma ação destrutiva, pois como a palavra diz, você está pré-ocupando a mente com o dano, você está antecipando um sofrimento (que pode nem acontecer).

Respostas intencionais

Diferentemente das respostas naturais, essas aqui você faz intencionalmente, ou seja, você tem consciência do que irá fazer. Aqui existem 4 opções:

  1. Mudar perspectiva
  2. Respirar profundamente
  3. Mindfulness
  4. Distrair-se

Mudar perspectiva

A estratégia é identificar e depois mudar a maneira como as situações, experiências, eventos, idéias e/ou emoções são vistas. Muitas vezes elas são vistas de uma forma que não te beneficia.

A sua ansiedade é sua inimiga que deve ser destruída ou é na verdade sua melhor amiga que se importa muito com você? A primeira visão te leva a atacar a si mesmo (advinha quem sai perdendo?), já a segunda leva a uma atitude mais gentil e colaborativa consigo mesmo. No segundo caso você entende que deve tratar a si mesmo como trataria um amigo a ser acalmado.

Uma outra forma, mais audaciosa, de mudar a perspectiva é perceber que muitos dos sintomas da ansiedade são os mesmos de quando você está muito animado. Então, diante de tais sintomas, você pode tentar ressignificar a situação e dizer para si mesmo: "Não estou ansioso, estou animado".

Além de ver de uma forma prejudicial, muitas vezes vemos as situações de uma forma incorreta/falsa. Por exemplo, "Se eu cometer um erro no trabalho, serei um fracasso total". Todo mundo erra, faz parte da natureza humana. Ninguém é absolutamente brilhante ou totalmente estúpido. Além de tudo, na vida você pode "perder, mas não ser um perdedor". Por isso, esse pensamento é falso. E também perigoso porque, se você é um fracasso total, então não vale a pena tentar de novo, não vale a pena aprender com os erros. Esse tipo de pensamento te paraliza ao invés de te deixar mais forte.

se você partir de pensamentos falsos, chegará em conclusões falsas

No Vigilantes do Sono temos duas técnicas que ajudam a "mudar a perspectiva":

Respirar profundamente

Assim como temos o poder de movimentar uma parte do nosso corpo, também temos o poder de acalmar nosso corpo. Repetindo, pois talvez você não tenha dado a devida importância: temos o poder de ativar o sistema que acalma o corpo!

A respiração profunda é exatamente a forma de se fazer isso. Porém, tem uma diferença importante: enquanto você consegue mexer uma parte do seu corpo no mesmo segundo, para acalmar o corpo demora um pouco mais (alguns minutos). Você pode buscar mais sobre o "sistema nervoso parassimpático" se quiser entender mais a fundo o porquê de sermos assim.

Para aplicar técnica da respiração profunda, leia este artigo.

Mindfulness

Mindfulness seria a prática de atenção plena. É a consciência total do que está acontecendo no momento. Pode parecer óbvio, mas nem sempre percebemos o que está acontecendo a nossa volta, o que estamos sentindo ou como está o nosso corpo. Essa percepção total é importante por uma simples razão: É praticamente impossível corrigir um problema que você não sabe que existe. Como você vai controlar sua ansiedade se você não percebe ela chegando e quais são os mecanismos que você usa com ela? A ideia aqui é trabalhar nisso e a melhor forma é através da meditação.

No Vigilantes do Sono recomendamos alguns apps para você fazer essa prática.

Distrair-se

A estratégia é desviar a atenção da mente dos pensamentos e emoções daquele instante. Isso é útil em situações em que não podemos (por falta de tempo ou capacidade) lidar com a situação.

No Vigilantes do Sono recomendamos a técnica parada de pensamento para fazer isso.

O que faço com tudo isso?

Agora que você sabe algumas das diferentes estratégias que podem ser tomadas, vale a pena refletir:

  • Quais das "respostas naturais" você utiliza normalmente?
  • Se suas ações estão sendo "destrutivas", será que é possível trocá-las para uma ação construtiva? Ou melhor, por uma das "respostas intencionais"?

Responda nos comentários 😉

Compartilhar

Carregando comentários...

O Vigilantes do Sono é pra mim?

Para insones

Comece as primeiras sessões do programa e veja como funciona na prática.

Começar teste grátis

Para profissionais de saúde

Saiba como o Vigilantes do Sono pode beneficiar seus pacientes e sua consulta.

Saber mais

Para empresas

Invista no benefício que cuida do sono e saúde mental dos seus colaboradores.

Saber mais

Newsletter

Receba gratuitamente informações e dicas de sono comprovadas cientificamente diretamente no seu e-mail.

© 2019-2020 Vigilantes do sono